Fazendo jus à expressão “a união faz a força”, o Hospital Angelina Caron (HAC), de Campina Grande do Sul, inaugurou no dia 4 de agosto, sua ala pediátrica que recebeu novos equipamentos graças ao esforço conjunto das empresas parceiras da instituição que integram o Projeto Infância Bem Cuidada.

As doações foram feitas por meio do Fundo para a Infância e Adolescência (FIA), que capta e aplica recursos em ações destinadas ao atendimento de crianças e adolescentes. O HAC coloca oficialmente a nova ala à disposição da população no encontro SHAC Talk, intitulado “Filantropia de Performance no Investimento Social”, que ratifica a transparência na relação do hospital com os investidores sociais da iniciativa privada pela prestação de contas.

A TK Elevator é uma das empresas parceiras que apoiaram a reformulação da ala pediátrica. O projetou recebeu a soma de R$ 8 milhões para a compra de camas, berços pediátricos (incluindo o berço aquecido), ecocardiograma portátil para a UTI pediátrica/nefrologia, personalização e adequação dos ambientes e serviços de hemodiálise infanto-juvenil, entre outros investimentos.

Segundo André Vieira, diretor de investimentos sociais do HAC, a ala pediátrica passou a ter um ambiente mais lúdico, que garante melhor acolhimento aos pacientes, fazendo com que a criança tenha melhora física e também emocional. “Os equipamentos de última geração permitem mais conforto, recuperação plena e aumento da nossa capacidade de atender pacientes de alta complexidade”, completa o diretor.

Ele ainda ressalta qualidades que fazem toda a diferença entre os mais de 400 itens contemplados pelo projeto Infância Bem Cuidada como, por exemplo, o berço aquecido, que oferece melhor atendimento ao recém-nascido, já que a manutenção da temperatura corporal é essencial nessa fase, especialmente nos casos de prematuros.

Alinhamento às práticas ESG

Apoiar uma ação social com foco na saúde de crianças é assunto relevante, sobretudo, quando envolve uma instituição considerada uma das maiores parceiras do SUS no Paraná, que realiza investimentos constantes em tecnologia para aprimorar o diagnóstico precoce, a prevenção e o tratamento das doenças para todos os pacientes.

Para a TKE, trata-se de uma especial missão, totalmente alinhada a sua estratégia corporativa de crescimento sustentável com base nos critérios ESG de proteção ambiental, responsabilidade social e boa governança. A empresa integra o Pacto Global, braço da Organização das Nações Unidas (ONU), que tem como objetivo engajar empresas e organizações na adoção de princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção.

Para o HAC contempla as ações de perfil humanitário, pois se trata de um investimento social a um hospital que tem hoje mais de 2.000 colaboradores e médicos, cerca de 400 leitos e que realiza mais de 400 mil atendimentos anualmente, com estrutura de ponta e equipamentos de alta tecnologia.

Os números expressivos do HAC, entidade de caráter filantrópico, foram ganhando forma ao longo de 38 anos de história. No início, era apenas uma pequena equipe médica, poucos colaboradores e 50 leitos. Mas o crescimento é justificado pela proposta de estar sempre ao lado das pessoas, levando soluções em saúde de qualidade e garantindo bem-estar com atendimentos humanizados e profissionais capacitado.

Assim, tornou-se um centro médico-hospitalar de referência no Sul do Brasil, oferecendo até mesmo um Serviço de Transplantes de Órgãos reconhecido internacionalmente, além de ser um centro tradicional de fomento ao ensino e à pesquisa.

Uma trajetória que vai além da infância bem cuidada e se torna um modelo da união de sucesso entre atendimento acolhedor, profissionais capacitados e parceiros alinhados às estratégias necessárias ao mundo e à vida de quem precisa de cuidados.

Deixe um comentário

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>